sábado, fevereiro 06, 2010

Todo mundo espera alguma coisa de um sábado...

à noite, ou até mesmo à tarde, pela manhã... E são exatamente 15h57, quando meu coração palpita de vontade de gritar... por uma cerveja, um beijo, um abraço, um sorriso, movimento, gente cantando... e falando sozinha ou com muitos.
Longe disso, sentada a frente do computador, espero meu expediente terminar. Não, não é que eu esteja reclamando... é que eu só preciso desabafar, parafraseando Toni Garrido. Finalizo, esperando ansiosa por minha carta de alforria.

Todo mundo espera alguma coisa
De um sábado à noite
Bem no fundo todo mundo quer zoar
Todo mundo sonha ter uma vida boa
Sábado à noite tudo pode mudar.
A semana passou num piscar de olhos
Eu não vi
E o tempo que voa como o vento
Não senti
Minha vida está congelada desde a última vez que lhe vi
Só me interessa voltar pro ponto de onde eu parti
Passa segunda, terça, quarta-feira.
Nem aí
E na quinta e na sexta o tempo parece
Repetir
Quando o sol do último dia ameaça se despedir
É que o povo põe uma roupa e sai pra se distrair.
Todo mundo espera alguma coisa
De um sábado à noite
Bem no fundo todo mundo quer zoar
Todo mundo sonha ter uma vida boa
Sábado à noite tudo pode mudar.
Sábado à noite - Lulu Santos e Cidade Negra

Um comentário:

Bleffe disse...

Curte Lulu Santos? Dá uma ouvida no som do Bleffe

http://bit.ly/2wJdCC

Se gostar, pode baixar, é DE GRAÇA!!!

http://bit.ly/4LPNUD